A partir de Maio os cidadãos europeus não vão precisar de visto para entrar em Cabo Verde

8350

O executivo liderado por Ulisses Correia e Silva está a criar condições para que a partir do próximo mês os cidadãos europeus sejam isentos a vistos de entrada no arquipelago.

O anúncio foi feito por Ulisses Correia e Silva, após um encontro com o Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, na passada segunda-feira.

Ulisses Correia e Silva, primeiro-ministro, informou que o país está a criar condições para a isenção de vistos para cidadãos da União Europeia a partir do próximo mês e sublinhou tratar-se de uma medida unilateral por parte do país africano e a sua efectivação depende da conclusão dos mecanismos necessários para garantir as receitas que normalmente provêm dos vistos e ainda o controlo de fronteiras.

O chefe do Governo cabo-verdiano pretende com esta decisão criar condições para potenciar o turismo e o investimento, suprimindo a barreira que os vistos colocam na livre circulação. A medida pode igualmente ser alargada à Inglaterra que, entretanto, accionou os mecanismos para abandonar a União Europeia.

Para Ulisses Correia e Silva a supressão de vistos para europeus é vantajosa para Cabo Verde, na medida que permite aos cidadãos europeus uma noção de prolongamento do espaço contíguo à Europa.

Fonte: RFI