Marílson ganha a prata com base na consideração do grau de deficiência maior do atleta em relação ao do Líbano, e agora também o de Marrocos que havia terminado em segundo.

Cabo-verdiano falhou medalha por oito centímetros nos Jogos da Francofonia

Acontece que no inicio desta tarde o próprio director da competição, já no Estádio Félix Hophouet Boigny, anunciou que afinal Cabo Verde conseguiu uma medalha. Marilson tinha ficado em 4.º lugar com diferença de oito centímetros em relação ao terceiro.

Trata-se da segunda medalha nestes Jogos da Francofonia- Abidjan 2017, depois da medalha de ouro de Jordin Andrade nos 400m.

Na altura a delegação cabo-verdiana chamara a atenção do juiz da competição para a diferença nos graus de deficiência do libanês e de Marilson. Acontece que nem foi preciso reclamar já que a própria direcção da prova viria a reconhecer o argumento da delegação cabo-verdiana.

Cabo Verde reclamou o bronze a acabou por ficar com a prata.

Fonte: DGD/GreenSports

Comentários