ARFA ordenou “a suspensão da comercialização e a retirada imediata” do mercado dos lotes de medicamentos do laboratório Panpharma SA

0
112

A Agência de Regulação e Supervisão dos Produtos Farmacêuticos e Alimentares (ARFA), ordenou “a suspensão da comercialização e a retirada imediata” do mercado dos lotes de medicamentos injectáveis fabricados pelo laboratório Panpharma SA.

Foto: Inforpress

A decisão foi tomada pela ARFA, na sequência de um alerta internacional confirmado pela Agência Francesa do Medicamento e Agência Alemã do Medicamento, segundo os quais foram “detectadas não conformidades no fabrico de ampolas de medicamentos injectáveis fabricados pelo Panpharma SA”, uma empresa brasileira de distribuição de produtos farmacêuticos, higiene e beleza.

Dos vários lotes de medicamentos alvo de alerta internacional, apurou-se que o lote nº 304445 do medicamento PAN-ASL 900 mg, acetilsalicilato de lisina, entrou no mercado cabo-verdiano, informou a ARFA no comunicado a que a Inforpress teve acesso.

A Agência de Regulação e Supervisão dos Produtos Farmacêuticos tranquiliza as pessoas e informa que existem alternativas a este medicamento no mercado nacional, pelo que não se coloca o risco de rutura no abastecimento.

Fonte: Inforpress

Comentários