As contas para se chegar à final do campeonato nacional de futebol

0
354

Estamos a poucos dias de saber quem são as equipas que vão marcar presença na final do campeonato nacional de futebol.

desporto cabo-verdiano

 

 

 

As contas são simples para uns e um pouco complexas para outros, mas nem tanto assim. Vamos analisar as equipas na fase de grupos bem como as suas prestações na primeira mão das meias finais. Vamos basear nos golos visto que quem quiser chegar a final terá de marcar golos.

PaulenseO Paulense de Santo Antão classificou-sem em segundo lugar no Grupo A com 10 pontos tendo a sua frente apenas o Derby. Os santantonenses começaram a fase de grupos com um empate a uma bola, contra a Académica da Boavista, depois venceram o Académico 83 do Maio por 3-1 na segunda jornada. Na terceira jornada venceram a Académica do Porto Novo por 1-0 e foi pelo mesmo resultado que perderam com o Derby na jornada seguinte. Foi na ultima jornada que o Paulense consolidou o segundo lugar do grupo ao vencer o Spartak por 1-0. O Paulense marcou seis golos e sofreu três nos cinco jogos realizados.

 

MindelenseO Mindelense conseguiu o pleno no Grupo B com cinco vitorias nos cinco jogos marcando 14 golos e sofrendo apenas um. Venceu a Ultramarina por 3-0, o Beira-Mar por 2-0, goleou o Sporting da Brava por 6-0, venceu o Académico do Sal por 2-1 e venceu o Boavista por 1-0.

No primeiro jogo da meia final foi o único jogo em que o Mindelense não marcou golo.

As contas:

O jogo da meia final o Paulense marcou mais um golo e não sofreu nenhum no jogo em casa frente ao Mindelense que é o bi-campeão nacional.

O Paulense para chegar a final não pode perder por mais de dois golos de diferença, tem de empatar (por qualquer resultado) já que leva a vantagem de um golo. O Mindelense tem é que vencer por mais de dois golos para chegar a terceira final consecutiva.

O jogo é neste sábado as 15h30 no Aderito Sena.

No outro jogo vai ter frente a frente uma equipa de São Vicente e outra de Santiago, será escusado dizer que a rivalidade entre ‘sampadjudos’ e ‘badios’ já aquece este jogo.

O Boavista da Praia ficou no Grupo B na fase de grupos e apenas perdeu com o Mindelense, na quinta jornada. Venceu o Beira-Mar por 2-0, o Sporting da Brava por 3-0 e nas duas outras jornadas, terceira e quarta, goleou as equipas do Academico do Sal e a Ultramarina por 4-2 e 5-1 respectivamente. Os xadrezados marcaram 14 golos e sofreram quatro.

O Futebol Clube Derby foi a outra equipa a conseguir o pleno na fase de grupos com cinco vitorias nos cinco jogos disputados no Grupo A. 1-4 ao Spartak, 2-1 frente a Académica do Porto Novo, 1-0 aos Boavistenses, a Académica. Frente ao Paulense o Derby venceu por 1-0 e goleou o Académico 83 por 4-0. Os Derbianos marcaram 12 golos e sofreram dois.

Na meia final o Derby deslocou-se a cidade da Praia e perdeu no relvado do Estádio da Várzea por 2-1.

As contas:

Por aqui também temos contas que vão ter de envolver golos. O Boavista deslocar-se-a à São Vicente e só tem de empatar (por qualquer resultado) ou vencer para chegar à final, não pode perder por 1-0, se perder por 3-2, 4-3 e por aí adiante pode passar pois os golos fora contam.

O FC Derby já sabe que só tem de vencer e a sua missão será de para alem de vencer, vencer por mais de dois golos para chegar à final.

O jogo é neste domingo no Estádio Aderito Sena as 15h30.

 

Bruno da Moura

Comentários