EUA: Cabo-verdiano condenado à prisão perpetua

0
999

Um jovem cabo-verdiano foi condenado à prisão perpétua pelo Supremo Tribunal de Brockton, Estados Unidos da América.

Paulino Miranda

Nesta quinta-feira, 10, o cabo-verdiano Paulino Miranda, de 27 anos, foi considerado culpado pela morte de um jovem de 23 anos, um crime que aconteceu em Dezembro de 2013.

De acordo com a policia de Brockton, Paulino Miranda teria assaltado um jovem haitiano de 23 anos, que vendia drogas. Depois do assalto Paulino terá disparado e o tiro acabou por vitimar o haitiano de nome Ralpuy Hyppolite. No dia seguinte Paulino foi preso e confessou o crime dizendo que atirou apenas para assustar o jovem.

Nesta quinta-feira o Supremo Tribunal de Brockton considerou Paulino culpado e este vai permanecer preso por 15 anos. Depois de 15 anos ele terá direito a recurso para a liberdade condicional, e se for negado ele passará o resto da sua vida na prisão.

Segundo a imprensa local, Paulino tem um longo historial na polícia por crimes de violência. A primeira vez que foi preso ele tinha apenas 12 anos.

Comentários