Integrante dos ‘Rapaz 100 Juiz’ representa Cabo Verde na 8ª cimeira mundial “One Young World”

0
100

Péricles Costa, integrante do grupo Rapaz 100 Juiz, representa Cabo Verde na oitava Cimeira Mundial One Young Word (um jovem mundo), que acontece de 04 a 07 de Outubro, na cidade de Bogotá, Colômbia.

A informação foi avançada à Inforpress pelo próprio jovem, informando que a convite desta organização não governamental, que anualmente reúne no mesmo espaço, jovens líderes de vários países, tem como objectivo a partilha de experiência e a capacitação dos jovens.

Segundo explicou, desde o ano passado surgiu o convite para participar neste evento no Canadá, mas não foi possível, entretanto, este ano, vai ter a oportunidade de apresentar o seu projecto, que visa combater o abandono escolar no ensino secundário e superior no país.

“Em 2014, a organização, depois de ter visto uma entrevista minha num jornal da África do Sul, sobre o trabalho que desenvolvemos através da música, entendeu que tenho o perfil para integrar o programa”, disse, acrescentado que, apesar de dedicar a música, vai apresentar um projecto no domínio social.

Em Cabo Verde, indicou, muitos jovens têm estado a abandonar as escolas, tanto no nível secundário como superior, devido a dificuldades financeiras, pois com o salário mínimo aplicado “não dá para custear os seus estudos no privado ou no público”.

“Pretendo, com este projecto, fazer com os jovens tenham acesso à bolsas de estudo, porque como sabemos, no país, elas não são atribuídas a quem tem necessidades”, sublinhou.

Péricles Costa vai integrar uma comissão “Manter paz no mundo”, constituída maioritariamente por jovens da Europa, que vão discutir, durante o workshop, vários problemas que o mundo enfrenta e apresentar soluções.

Este jovem acredita que o seu projecto possa ser um dos vencedores, pois, segundo ele, vai ser criada uma rede para desenvolver vários projectos, onde podem ser escolhidos 10.

One Young Word foi fundado em 2009 por David Jones e Kate Robertson, do Reino Unido, e reúne, anualmente, em cúpula, jovens “mais valiosos” de empresas globais e nacionais, ONG, universidades e outras organizações voltadas para o futuro e são acompanhados por líderes mundiais, actuando como Conselheiros do Mundo Único.

A organização refere, na sua página na Internet, que após cada Cimeira, os delegados, que são então conhecidos como “Embaixadores do Mundo Único”, trabalham em suas próprias iniciativas ou emprestam o poder da rede One Young World às iniciativas já existentes.

Fonte: Inforpress

Comentários