Jorge Carlos Fonseca Presidente utiliza Facebook para sugerir “boa comunicação” antes do anúncio de medidas

0
487

O Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, publicou no Facebook um post em que, sem se referir à questão da isenção de vistos aos cidadãos europeus, considera que há “medidas anunciadas, sem uma boa comunicação”, que surgem “como sem sentido”.

Na sua conta pessoal do Facebook, na sexta-feira, 14, embora sem mencionar a polémica à volta da isenção de vistos aos cidadãos da União Europeia e do Reino Unido para entrarem no país, o Jorge Carlos Fonseca escreveu que “há medidas que, anunciadas descuidadamente ou sem uma boa comunicação, surgem como sem sentido ou inadequadas de todo”.

“Explicadas, contextualizadas, pela via de uma eficiente comunicação, podem reaparecer como aceitáveis ou razoáveis”, acrescenta o post do Presidente da República.

“Do mesmo modo, há reacções que, num primeiro momento, suscitam a adesão pronta, emocionada e entusiástica de muitos; porém, num momento outro de mais reflexão, correm o risco de se traduzir numa envernizada e inconsistente imprudência ou precipitação”, lê-se ainda na mensagem do chefe de Estado, chamando a atenção para a “importância de uma cuidada, inteligente e eficaz comunicação”, para uns e outros.

“Há pessoas que, durante o período colonial, não se prestaram a contribuir para a afirmação da independência nacional, nem sequer de forma simbólica. Acomodaram-se na indiferença ou, nalguns casos conhecidos, no outro lado da barricada; hoje, dezenas de anos após a libertação, mostram-se de um ‘anticolonialismo’, de um ‘nacionalismo’ feroz, quase incendiário. Afinal, um «nacionalismo» radicalizado, mas amiúde ridiculamente serôdio”, concluiu Jorge Carlos Fonseca.

Por:LC/AA/Inforpress

Comentários