José Sócrates acusado de corrupção, branqueamento e fraude fiscal

0
24

O Ministério Público acusou nesta quarta-feira José Sócrates pela prática de três crimes de corrupção passiva de titular de cargo político, 16 de branqueamento de capitais, nove de falsificação de documentos e três de fraude fiscal qualificada, na ‘Operação Marquês’.

Uma nota da Procuradoria-Geral da República, divulgada e que dá conta da acusação dos 28 arguidos da ‘Operação Marquês’, indica que o ex-primeiro ministro está acusado de 31 crimes económicos.

Fonte: Inforpress/Lusa

Comentários