Lula da Silva quer ser candidato à presidência do Brasil pelo PT em 2018

0
189

O ex-Presidente do Brasil Lula da Silva anunciou esta quinta-feira que vai solicitar ao Partido dos Trabalhadores para ser o candidato desta força política às eleições presidenciais de 2018.

Numa conferência de imprensa depois de ter sido condenado a nove anos e meio de prisão, Lula anunciou que vai recorrer e denunciou aqueles que “estão a destruir a democracia” brasileira.

“E agora quero dizer ao meu partido, que até agora não tinha reivindicado mas vou reivindicar, o direito de me colocar como postulante à Presidência da República em 2018”, anunciou na conferência de imprensa.


O ex-Presidente do Brasil denunciou aqueles que “estão a destruir a democracia do Brasil” e prometeu recorrer. “Quem acha que é o fim do Lula vai quebrar a cara. Quem tem direito de decretar o meu fim é o povo brasileiro”, insistiu.

Na sua intervenção de cerca de meia hora, o ex-Presidente voltou a dizer que acredita na Justiça do Brasil e que é inocente.

“Eu acredito na democracia e no Estado de direito. Por esta crença que eu tenho no Estado de direito sei que a Justiça não pode mentir, ela não tem que tomar decisões políticas, ela tem que se tomar uma decisão baseada nos autos. A única prova que existe deste processo é a prova da minha inocência”, garantiu.
“Prestar contas à história”

O anúncio de Lula da Silva surge depois de o juiz Sérgio Moro o ter condenado na noite de quarta-feira a nove anos e meio de prisão, pelos crimes de corrupção e de lavagem de dinheiro no âmbito do processo Lava Jato.

Fonte: RTP

Comentários