Mais de 2.000 pessoas dormem nas ruas de Lisboa

0
198

O numero apresentado pela vereadora do desenvolvimento social, Helena Roseta, esta a aumentar e neste momento ultrapassam as 2.000 pessoas.

“Está a verificar-se um aumento significativo da população sem-abrigo, por razões de desorganização das suas vidas. Não tem só a ver com habitação, mas também por desemprego, problemas familiares, adições, tudo misturado. Cada vez mais, mesmo por penúria económica, incapacidade de pagar, e algumas pessoas fazem parte de uma pobreza envergonhada”, afirma a vereadora. O problema poderá ser resolvido, informa a Helena Rosera, e para tal ela sugere  a criação de um hotel social. A câmara de Lisboa já esta a tomar medidas e este hotel poderá ser uma realidade, vai ficar situado na Avenida Infante Santo no espaço da Fundação INATEL.

“Seria uma instalação hoteleira com preços sociais e gerida de formas sociais, mas em regime de instalação hoteleira, e não de albergue. Regime mais de proximidade e privacidade, que os albergues não têm”, explica Helena Roseta.

Comentários