Mais de 20 milhões de pessoas estão sob ameaça de morrer à fome só em quatro países

0
273

Mais de 20 milhões de pessoas estão sob ameaça de morrer à fome só em quatro países: Iémen, Somália, Sudão do Sul e Nigéria.

O mundo está a atravessar a sua maior crise humanitária desde 1945, diz a ONU, exortando a que se evite “a catástrofe”.

O chefe do departamento humanitário das Nações Unidas, Stephen O’Brien, diz que mais de 20 milhões de pessoas estão sob ameaça de morrer à fome só em quatro países: Iémen, Somália, Sudão do Sul e Nigéria.

Segundo O’Brien, são precisos 4,4 mil milhões de dólares até Julho para evitar “a catástrofe”.

“Estamos num ponto crítico na nossa história”, referiu numa declaração perante o Conselho de Segurança. “É a maior crise humanitária deste a criação das Nações Unidas”.

Só no Iémen morre uma criança a cada 10 minutos de uma doença que poderia ter sido prevenida.

As Nações Unidas estimam que 19 milhões de pessoas – dois terços da população do Iémen – necessitam de algum tipo de ajuda humanitária.

Fonte: Radio Renascença

Comentários