Os jogadores cabo-verdianos que já estiveram a jogar na China

0
1216
Actualmente, quando fala-se em grandes transferências, é normal ouvir que jogador X mudou-se para a China por valores astronómicos. Com certeza, e literalmente, negocio da China’.

Muitos futebolistas, outros com talentos para as melhores ligas do Mundo, tem optado por ir jogar na China. Muitos não dizem, mas, pelo o que vão ganhar (monetariamente) certamente o dinheiro é um chamariz para o outro lado do Mundo para um campeonato que começou recentemente, em 2004.

A Chinese Super League, primeira divisão, tem 16 equipas com um total de 493 sendo 85 estrangeiros. Durante a janela de transferencias na Europa não registou-se nenhuma entrada de jogadores cabo-verdianos. Mas houve tempos que já lá estiveram.

E este artigo é justamente para falar dos que estiveram na China a jogar na Chinese Super League.

Ricardo Ferreira, actual defesa central do Paços de Ferreira, foi o primeira a deslocar-se a China. Em 2011 Ricardo foi apresentado como reforço do Shandong Luneng Taishan, da Super League, tendo disputado 30 jogos, 26 como titular, e lá deixou um golo marcado.

Ricardo saiu e quem foi parar a China foi Dady, dois anos depois.


Dady, em 2013, reforçou o Shanghai Greenland Shenhua, da primeira liga, onde marcou nove golos em 27 jogos. No ano seguinte mudou-se para o Xinjiang Tianshan Leopard, segunda liga, e apenas fez cinco jogos e saiu da China mudando para Portugal.

Estes são, pelos registos obtidos, os únicos dois jogadores cabo-verdianos que jogaram na China.

Actualmente, na segunda liga, a Leguea One, esta o jogador Helton dos Reis que nasceu na França mas tem nacionalidade cabo-verdiana. Helton, defesa de 28 anos do Shenzhen Football Club, chegou no ano passado e tem contrato ate ao final de 2017.

A competição oficial começa no mês de Março e a janela de transferência chinesa fecha a 26 de Fevereiro.
Comentários