Produto Interno Bruto aumenta 3,5% em volume

0
214
O Produto Interno Bruto (PIB) nacional registou no segundo trimestre de 2016, um aumento de 3,5 por cento (%), em volume face ao mesmo período de 2015. De acordo com as Contas Nacionais Trimestrais, divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), os resultados das Contas Nacionais Trimestrais revelam que a taxa de variação homóloga do PIB em volume, passou de 0,01%, no segundo trimestre de 2015, para 3,5%, no mesmo período de 2016. Segundo os dados do INE, essa devolução deve-se, sobretudo, ao crescimento registado nas actividades de agricultura, indústria transformadora, construção, alojamento e restauração e administração pública. Em relação às contribuições parciais dos ramos de actividades no crescimento do PIB (variação homóloga), as contribuições positivas mais expressivas ocorreram nas actividades de agricultura, indústria transformadora, construção, alojamento e restauração, imobiliária e administração. Por outro lado, as contribuições negativas mais significativas foram registadas nas actividades de pesca, comércio e telecomunicações. Segundo o INE, no acumulado dos dois primeiros trimestres, o crescimento é bem evidente, com destaque para os seguintes ramos: agricultura, indústria transformadora, electricidade e água, alojamento e restauração, imobiliária, serviços às empresas, administração pública e os impostos líquidos dos subsídios. O INE explica que para a estimação das Contas Nacionais Trimestrais foi utilizado o método de Denton, que permite obter estimativas trimestrais de cada agregado, conforme a evolução do indicador seleccionado aquando do processo de trimestralização. Fonte: Inforpress
Comentários