Taxa de inflação homóloga volta a subir

0
201

A taxa de inflação homóloga voltou a subir em Fevereiro, tendo passado de -0,4% em Janeiro para 0,3% em Fevereiro.

Foto: Inforpress

A taxa de inflação homologa do Índice de Preço no Consumidor (IPC) de Fevereiro atinge, assim, valor positivo depois de vários meses com valores negativos, tendo no entanto, a variação média dos últimos 12 meses situação em -1,2%, taxa superior em 0,1 p.p. à verificada no mês anterior.

Segundo o Instituto Nacional de Estatísticas (INE) esses dados reflectem, sobretudo, a aceleração dos preços das classes da Saúde (+3,7%), lazer, recreação e cultura (+2,9%), das Bebidas alcoólicas e tabaco (+2,7), dos bens e serviços diversos (+2,7%), dos transportes (+1,8%), do ensino (+1,8%), do vestuário e calçado (+1,6%).

Os acessórios, equipamento doméstico e manutenção corrente da habitação (+0,8%) e dos hotéis, restaurantes, cafés e similares (+0,4%) contribuíram igualmente para essa tendência crescente da taxa de inflação.

Por outro lado, as classes dos produtos alimentares e bebidas não alcoólicas (-0,3%) e das rendas de habitação, água, electricidade, gás e outros combustíveis (-1,4%), registaram variações negativas mais relevantes.

A nível regional a variação mensal positiva foram registadas em Santiago e Santo Antão (+0,5% e +0,2% respectivamente) e, negativa em São Vicente (-0,3%).

Em Santiago, as contribuições das classes das rendas de habitação, água, electricidade, gás e outros combustíveis, dos produtos alimentares e bebidas não alcoólicas, dos transportes, dos bens e serviços diversos, dos hotéis, restaurantes, cafés e similares e, das bebidas alcoólicas e tabaco, foram determinantes para a variação mensal positiva do índice total dessa região.

Por outro lado, a contribuição negativa foi registada na classe do vestuário e calçado.

Já em Santo Antão, foram determinantes para a variação mensal positiva do índice total as contribuições das classes dos transportes, das rendas de habitação, água, eletricidade, gás e outros combustíveis, do vestuário e calçado e, dos bens e serviços diversos.

Em Fevereiro de 2017, o IPC registou uma variação média dos últimos 12 meses de -1,2%, taxa superior em 0,1 p.p. à verificada no mês anterior.

Fonte: Inforpress

Comentários