Vale tudo… por um fundo de Campanha!

0
1046
Eu bem que gostaria de ter alguém mais inteligente, mais informado, mais eloquente, mais ponderado, mais + e sobretudo melhor posicionado na sociedade para defender a minha posição e se mostrar indignado com o que nos fere a alma. Quando não aparece esse alguém, quando vejo que esses ilustres seres superiores estão mais preocupados com as suas contas bancárias e posição privilegiada numa sociedade cada vez mais injusta, doentia e elitista, entendo que se não for eu a defender os meus princípios, ninguém o fará por mim! Há dois dias, resolvi “pôr no papel” (facebookamente falando) algo que notei e que podia deixar passar despercebido, à espera que alguém dissesse algo por mim! Hoje, aos olhos de muita boa gente, já sou o maior PAICVista do mundo, cheio de dor de cotovelo e ao que parece até queria ser Embaixador. Hoje, vim relembrar um momento que passou, que me indignou e que ninguém, ninguém mesmo disse nada! O que pôs mais estupefacto! Então… a Presidente de Um Partido (PAICV) desloca-se a Angola, para a grande festa de Aniversário do MPLA numa altura que nem havia seringas em Angola e ninguém diz NADA? Acha todo o Mundo normal, estarmos a coadunar com esse regime oligárquico e lá ir buscar fundos para a Campanha!? Isso não é mostrar a todos que, não têm nada contra ditaduras mal mascaradas? De Portugal, onde vivi 13 anos, também a mesma coisa! Todos os Partidos superiormente representados, à excepção do Bloco de Esquerda (ganharam ponto na minha pessoa)! Como podem fingir não saber o que se passa em Angola e apoiar José Eduardo dos Santos que está no poder há mais tempo que o Mugabe!? Meus amigos cabo-verdianos, não vos causa asco e desdém ter um representante nosso na mariscada a pouca distância de crianças a morrer de fome? A estar a falar com pessoas que vão fazer as unhas na Europa e se preocupam quem tem o maior diamante sem lhes perguntar pela mortalidade infantil, analfabetismo e escassez do BÁSICO para a população! Já não precisamos deste tipo de políticos, temos que ter alguém que seja recto em toda a dimensão do seu Ser! Já não precisamos de estar com as mãos estendidas a pedir esmolas, viradas para todo o lado, só pelo simples facto de terem mais dinheiro! Da mesma forma que fomos, dos únicos países em África que abriu os Aeroportos à SAA (South Africa Airways) na altura do Aparthaid. (Para a Juventude Facebookiana deixem-me esmiuçar: A África do Sul antes era regida por um regime racista, onde os poucos brancos mandavam nos milhões negros, todo o Mundo condenava esse regime de segregação racial, a sua companhia aérea não tinha permissão para poisar em quase todos os países de África (menos no Sal). Na altura imediatamente pós-independência entende-se a postura dos nossos governantes, tínhamos que a todo custo, tornar viável um país sem recursos, mas já não precisamos de nos rebaixar a esse nível). E quanto a Angola… realmente, preciso enumerar alguma coisa? Não é tudo tão óbvio? PS – Se todo o Cabo-verdiano já paga a taxa de RTC, quer queira quer não, basta ter um contador de luz… Pode ser um contador de luz para ligar o motor do sistema de rega dos tomates, lá tem que pagar a taxa fixa mensal à RTC! E com todo o custo exorbitante por megas da CVTelecom e Tmais, para vermos uma noticia do Jornal da Noite, no site da RTC temos que levar na tromba primeiro com uma publicidade?? Shame on You!! É que não é só o tempo gasto, são os megas também!
PARTILHE
Artigo anteriorEm Agosto deste ano os preços dos produtos importados aumentaram 4,7%
Próximo artigoObama agradece a Cabo Verde recepção a Michelle
Vive uma criança em mim. Que não entende a Guerra, Que não quer o Planeta assim Mas tem esperança na Terra. Carrego comigo um menor,  Que não irá crescer nem envelhecer  Que quer um Mundo melhor  Mesmo sem o entender Tenho um ser Infantil  Que vive uma tristeza só  Mas vivendo as alegrias a mil  Do coração tira o nó Envelhecerei somente no B.I.  Se queres um ser tristonho  Não o busques aqui em mim  Outra solução te proponho Vivo como um menino  que não entende a desigualdade,  Carências no ensino  nem saúde na precariedade Sou quem não cresce...  Quem será sempre imaturo  Enriquecer... não me apetece  Tenho ética, mas não sou burro Não perderei a poesia  De viver inocente e feliz  Tudo o resto é maldade e porcaria  Que por aí se faz e se diz...
Comentários