Voleibol: Equipa do Inter da Praia exige pagamento pelos direitos numa competição que não lhes pertence

0
235

Começa hoje o campeonato nacional de voleibol masculino e feminino e logo com polémica.

Foto de GreenSports.

No campeonato nacional masculino, a ter lugar no gimno desportivo Vává Duarte, na cidade da Praia, estão as equipas do Atlético de São Vicente, o Volley Club do Sal, o ABC de Santiago-Sul, a Graciosa de Santiago-Norte, o Spartak do Fogo, o VoleyClube e o Inter Clube da Praia.

Os jogos tem transmissão da empresa GreenSports, mas o Inter não quer que a empresa televisiva transmita os seus jogos sem antes pagar direitos de imagem televisivos.

No comunicado enviado ao GreenSports, da qual o DTudo1Pouco teve acesso, o clube da cidade da Praia diz que “detém individualmente a titularidade dos direitos de transmissão televisiva, redes sociais ou quaisquer outros meios de comunicação dos jogos e resumos e recolha de imagens”.

“A autorização de transmissão dos jogos em que o clube participa depende do pagamento prévio ao clube de uma taxa fixada pelo mesmo no início de cada época desportiva”, escreve o clube.

A GreenSports por seu lado diz que contactou previamente a Federação Cabo-verdiana de Voleibol (FCV) onde esta autoriza a transmissão dos jogos visto que é a FCV quem organiza a competição.

Enquanto a decisão da jurídica da FCV não resolver este problema, a Greensports irá transmitir os outros jogos da competição.

A GreenSports tinha previsto começar hoje a transmitir o campeonato nacional com o jogo Inter vs Puva Volley, em sénior masculino, mas irá começar com o jogo Atlético e o Spartak em masculinos, que começa mais cedo.

Comentários