Aberto inquérito a disparo dentro da Esquadra da Achada de Santo Antonio que atingiu jardim infantil

A Polícia Nacional (PN) de Cabo Verde vai abrir um inquérito a um disparo acidental numa esquadra na cidade da Praia, cujo tiro atingiu um jardim infantil próximo, sem provocar vítimas, avançou nesta terça-feira o diretor nacional da corporação.

127

Segundo o diretor da PN, Emanuel Moreno, tudo aconteceu quando um agente da polícia fazia a inspeção rotineira da arma que recebe ao iniciar o turno, que começa às 08:00 locais. 

Entretanto, o agente não terá cumprido todos os procedimentos ao manusear a pistola de 09 milímetros, que disparou e o tiro ultrapassou a esquadra e atingiu um jardim infantil noutra rua. 

Emanuel Moreno disse que o agente em causa “não acautelou todos os procedimentos recomendados e exigidos e daí surgiu o disparo acidental que infelizmente atravessou um portão, uma rua, assim como a proteção do referido jardim tendo o projétil caído dentro de uma sala”. 

No momento, ainda não se encontravam crianças no interior do estabelecimento de ensino, pelo que não houve vítimas. 

“De facto, é necessário precaver e acautelar todos os procedimentos relativos à inspeção da arma, nomeadamente verificar se não há nenhum projétil na câmara antes de inspeção propriamente dita. Portanto, não se trata aqui de uma questão de formação ou de outra índole“, disse o responsável da PN, em declarações à Rádio de Cabo Verde. 

Neste sentido, Emanuel Moreno avançou que vai ser aberto um processo de averiguação para apurar responsabilidades e tomar as medidas necessárias neste caso, que aconteceu no bairro mais populoso da cidade da Praia. 

A responsável do jardim infantil, Maria Rodrigues, disse que vai enviar uma carta ao ministro de Administração Interna, Paulo Rocha, e pediu aos pais para se manterem tranquilos.

Por: Lusa