Brava: Tribunal decreta prisão preventiva para três acusados de crime de abuso sexual de menores

627

O Tribunal da Comarca da Brava aplicou prisão preventiva a três indivíduos do sexo masculino, residentes em Nova Sintra, suspeito da prática de crime de agressão sexual com penetração e abuso sexual de criança de forma continuada.

Esta informação foi avançada à Inforpress por uma fonte judicial, explicando que o Ministério Público emitiu nesta sexta-feira,21, três mandados de detenção fora do flagrante delito e na mesma tarde estes jovens foram apresentados ao primeiro interrogatório judicial para a aplicação de medidas de coação.

Segundo a mesma fonte, dois destes jovens estão a ser indiciados por crime de abuso sexual de criança de forma continuada e um outro jovem indiciado por crime de agressão sexual com penetração.

De acordo com a fonte, o caso de agressão sexual ocorreu no final do ano 2020 e os de abuso sexual tiveram início em 2021, numa altura em que as vítimas tinham 13 anos de idade, descobertos pelas mães das vítimas no início de 2022 e efectuado as respectivas denúncias.

O Ministério Público decretou prisão preventiva aos três jovens e possivelmente na segunda-feira ou terça-feira vão ser conduzidos à cadeia civil da ilha do Fogo.

Por: Inforpress