Cabo Verde reporta mais duas mortes e 1.469 novas infecções em 24 horas

345

Cabo Verde reportou, nas últimas 24 horas, mais duas mortes e 1.469 novas infecções, num universo de 3.209 amostras analisadas, e São Vicente volta a bater o recorde de ilha com mais casos diários (588).

Os novos dados avançados pelo Ministério da Saúde dão conta de que os dois óbitos ocorreram na Praia, concelho que contabilizou mais 428 casos positivos.

A positividade, cuja taxa total diária é de 45,8%, verificou-se também na ilha do Sal (59), Porto Novo (56), Santa Catarina (53), Ribeira Brava de São Nicolau (45), São Filipe (42).

Boa Vista (33), Tarrafal de São Nicolau (28), Santa Catarina do Fogo (21), Ribeira Grande de Santo Antão (20), São Domingos (14), Maio (14), Paul (13), Tarrafal (nove), Santa Cruz (oito), São Lourenço dos Órgãos (sete), Mosteiros (dez), São Miguel (dez), Ribeira Grande de Santiago (Cinco), São Salvador do Mundo (três), Brava (três) registaram igualmente novas infecções.

Registou-se também 631 recuperados, sendo Praia com 183, Ribeira Grande de Santiago dois, São Domingos um, Santa Catarina 16, São salvador do Mundo 16, Tarrafal um, São Miguel seis, Santa Cruz 19, São Lourenço dos Órgãos sete, São Filipe três, Mosteiros nove, Santa Catarina do Fogo sete, Brava quatro, Ribeira Grande de Santo Antão 31, Paul quatro, Porto Novo 19, São Vicente 72, Sal 167, Ribeira Brava nove, Tarrafal de São Nicolau sete, Boa Vista 36 e Maio 12.

Com estes dados novos, o País passa a contabilizar 6.302 casos activos, 42.156 casos recuperados, 360 óbitos, 18 óbitos por outras causas e nove transferidos, perfazendo um total de 48.845 casos positivos acumulados.

As autoridades de Saúde, no sentido de mitigar as consequências da pandemia de covid-19 em Cabo Verde, apelam às pessoas para que adiram à campanha de vacinação contra a covid-19 que está a decorrer em todo o país, para que todos possam estar mais protegidos o mais rápido possível.

Reforçam também o apelo para que as pessoas cumpram o distanciamento social, usem máscara e pratiquem a higiene das mãos e demais recomendações das autoridades sanitárias, para evitar a propagação da covid-19.

Por: Inforpress