Cabo-verdiana de 44 anos desaparecida no aeroporto de Casablanca

367

Eloisa Mendes, 44 anos, está desde sábado, dia 29 de Setembro, desaparecida no aeroporto de Casablanca, Marrocos, onde fez escala numa viagem saída de Praia com destino à Luanda, familiares estão preocupados com o que poderá ter acontecido.

A filha, Adalgisa Pereira, disse à Inforpress que Eloisa Mendes deixou o aeroporto de Praia num voo da Air Maroc, na madrugada de sábado, devendo chegar em Casablanca por voltas das 08:00 da manhã do mesmo dia.

Desde então, disse a mesma fonte, não mais conseguiram contactar com a mãe, que trabalha como empregada doméstica em Angola. Eloisa, conforme explicou sua filha, estava de férias em Cabo Verde.

“Tentamos contactá-la de todas as formas e não conseguimos. Já entramos em contacto com a Polícia de Fronteira de Marrocos, mas não obtivemos qualquer notícia da nossa mãe. Disseram que não está nenhuma cabo-verdiana ali”, disse Adalgisa.

Adalgisa diz acreditar que sua mãe não chegou à Angola. “A última informação que temos é que ela foi realmente vista no aeroporto de Casablanca por um conhecido nosso, mas não chegaram a conversar”, acrescentou.

“Estamos preocupados porque ela é diabética e costuma ter ataques. Além disso estamos com um pé atrás, sabendo da fama que há em Angola”, ajuntou Adalgisa, de 23 anos, dando conta que já comunicaram, na terça-feira, o caso à Polícia Judiciária de Cabo Verde.

Eloisa Mendes viveu durante muito tempo no bairro de São Pedro, na cidade da Praia, mas recentemente construiu uma casa em Achada Mato, onde habitam também as duas filhas e uma neta.

Por: Inforpress