CAN2021: Moçambique deverá ter problemas em ter jogadores disponíveis quando for defrontar o Ruanda

296

O selecionador nacional de Moçambique, Luís Gonçalves, sugere o adiamento dos jogos da quarta e quinta jornadas de qualificação ao CAN 2021. A posição do treinador português é sustentada pelo facto de o novo coronavírus continuar a condicionar o futebol, especialmente fora da Europa, onde o vírus permanece descontrolado.

Na América do Sul, os jogos de qualificação para o Mundial já foram adiados e a Confederação Asiática de Futebol prepara-se para anunciar o mesmo.

A Confederação Africana de Futebol (CAF) ainda não se pronunciou em face de indisponibilidade de muitos jogadores que não serão cedidos pelos seus clubes, mas o adiamento dos jogos ainda é possível e será debatido ao longo desta semana, na Assembleia Geral da CAF, que está reunida em Marrocos para escolher o seu presidente.

Para o selecionador nacional, a interrupção do Moçambola, que já vai no segundo mês de paragem, agrava ainda mais a situação dos Mambas.

«O campeonato e os treinos foram interrompidos a 8 de fevereiro e só na semana passada é que os clubes voltaram a ter autorização para voltar a trabalhar sob a condição de testes massivos ao Covid. Ainda tentei promover um estágio interno durante 15 dias, mas não foi possível. Esta questão afeta-nos bastante pois temos vários internacionais a jogar localmente, como os guarda-redes, por exemplo. Vão chegar sem ritmo», lamenta Gonçalves.

O selecionador diz ainda que não sabe se vai contar com os jogadores que atuam em Portugal: «O Bordéus já nos disse que não vai libertar o Mexer e se os clubes portugueses fizerem o mesmo, é melhor mesmo adiar os jogos, pois não será possível apresentar uma equipa competitiva.»

Como se os problemas já não fossem muitos, Luís Gonçalves ainda apresenta outras dificuldades logísticas que serão difíceis de ultrapassar.

«O jogo no Ruanda foi antecipado para dia 24 de março e temos jogadores no Campeonato de Portugal que jogam no dia 21, mesmo que cheguem ao Ruanda dia 22 terão de fazer o teste ao Covid e ficar isolados até saírem os resultados, o que demora mais 24 horas, e alguns podem ter de jogar sem fazer um único treino», diz Luís Gonçalves.

Por: A Bola