Cidadão estrangeiro detido em São Nicolau para efeito de extradição

307

Um cidadão estrangeiro foi detido no passado dia 23 de Julho na ilha de São Nicolau para efeito de extradição, revela em comunicado o Ministério Público.

De acordo com a mesma fonte, em cumprimento de uma notícia vermelha da Interpol, no dia 23 de Julho um indivíduo do sexo masculino, maior de idade e cidadão de um Estado estrangeiro, foi detido em São Nicolau com vista à sua extradição.

Ainda segundo a mesma fonte, o detido foi apresentado pelo Ministério Público ao Tribunal da Relação de Barlavento, dentro do prazo legal, o que validou e determinou a sua detenção provisória.

O Ministério Público informa ainda que, o Estado requerente tem o prazo de 18 dias para formular o pedido de extradição, sob pena da libertação do detido. Contudo o prazo poderá ser prorrogado até ao máximo de 40 dias.

O referido processo de extradição comporta uma fase administrativa, que terá a intervenção do membro do Governo responsável pela área da justiça e ainda uma fase judicial que será iniciada após a decisão favorável do pedido de extradição pelo mencionado governante.

Por: Inforpress