Inicio Destaques CNE aprova resultado final, MPLA ganha mais de metade dos votos reclamados

CNE aprova resultado final, MPLA ganha mais de metade dos votos reclamados

85

A Comissão Nacional Eleitoral (CNE) de Angola aprovou a ata do resultado final das eleições numa reunião que decorreu esta madrugada e na qual se apurou que o MPLA arrecadou mais de metade dos votos reclamados.

Em declarações à Televisão Pública de Angola, o porta-voz da CNE, indicou que foi aprovada a ata do apuramento nacional e que o resultado definitivo será divulgado durante uma sessão solene pelo presidente da comissão durante um ato solene ainda a agendar.

Dos 11.153 votos reclamados, 7.925 foram considerados válidos. Destes, foram atribuídos 4.360 ao Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA) e 2.935 à União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA) com os restantes a serem distribuídos pelos outros partidos.

A UNITA contestou na sexta-feira uma possível vitória do MPLA, indicando que estava a desenvolver uma contagem de votos paralela, com base nas atas síntese provenientes das 18 províncias do país.

Segundo dados divulgados anteriormente pela CNE, quando estavam escrutinados 97,03% dos votos das eleições realizadas na passada quarta-feira, o MPLA, no poder desde 1975, obtivera 3.162.801 votos, menos um milhão de boletins escrutinados do que em 2017, quando obteve 4.115.302 votos.

Já a UNITA registara uma grande subida, elegendo deputados em 17 das 18 províncias e obtendo uma vitória histórica em Luanda, a maior província do país, conseguindo até então 2.727.885 votos, enquanto em 2017 obtivera 1.800.860 boletins favoráveis.

No entanto, o líder da UNITA contestou na sexta-feira a vitória do MPLA e pediu uma comissão internacional para comparar as atas eleitorais na posse do partido com as da CNE.

Por: Lusa