Comunicações móveis e telefonia fixa registam ligeiro decréscimo no último trimestre de 2019

103

Os serviços de comunicações móveis e de telefonia fixa registaram um ligeiro decréscimo no último trimestre de 2019, informou hoje a ARME, através do relatório de indicadores estatísticos do mercado das comunicações electrónicas de Dezembro de 2019.

De acordo com os dados, pode-se destacar que no final do mês de Dezembro de 2019, o serviço de telefonia fixa contava com 57.511 assinantes, correspondendo a uma taxa de penetração de 10 acessos por 100 habitantes, o que traduz um decréscimo de 8% em relação ao período homólogo do ano passado.

Já no que concerne ao terceiro trimestre de 2019 verifica-se um decréscimo em torno de 2%.

Relativamente ao tráfego de voz,  fez saber a ARME que o panorama do mercado de serviço de telefonia fixa aponta para um volume de tráfego gerado, durante o quarto trimestre de 2019, na ordem dos 9,6 milhões de minutos na rede fixa, correspondendo a um decréscimo de 5% em relação ao terceiro trimestre de 2019.

No que concerne ao período homólogo do ano passado, apresenta-se, segundo a entidade reguladora, um decréscimo de 45% no total do tráfego de voz.

Já em relação aos serviços de redes móveis, o relatório refere que o número total de cartões SIM ativos no mercado móvel em Cabo Verde, em Dezembro de 2019 foi de 595.681, o que representa um aumento de 0,25%, comparativamente ao terceiro trimestre do mesmo ano.

Em relação ao período homólogo de 2018, este serviço apresenta um decréscimo de dois pontos percentuais. A taxa de penetração neste período foi de 108 por cento.

Comparativamente ao quarto trimestre 2019, o tráfego total gerado na rede móvel apresentou uma diminuição de 2%, e ao período homólogo do ano passado apresentou um decréscimo de 7%, rondando assim os 256 milhões de minutos.

No que concerne o serviço de acesso à Internet, registaram-se 438.645 assinaturas no segundo semestre de 2019, dos quais 89% utilizaram efetivamente o serviço pela tecnologia Banda Larga Móvel (‘small screen’), fixando a taxa de penetração ao serviço de Internet, em 80 acessos por 100 habitantes.

Deste modo, o número de assinaturas do Serviço de Acesso à Internet diminuiu, residualmente, em cerca de 0,7% no quarto trimestre de 2019, quando comparado ao terceiro trimestre do mesmo ano.

Em relação ao período homólogo do ano passado houve um aumento de 16 por cento.

Por: Inforpress