Covid-19: Cabo Verde contabiliza mais três mortes e 132 novos casos positivos

285

Cabo Verde contabilizou mais três óbitos por causa da covid-19, elevando para 90 o número de mortes no país, que registou mais 132 novos casos positivos da doença, informaram hoje as autoridades de Saúde.

O Ministério da Saúde e da Segurança Social informou em comunicado que os três óbitos foram registados nos concelhos da Praia e São Lourenço dos Órgãos, na ilha de Santiago, e no Paul, na ilha de Santo Antão, este último que ocorreu dia 14 de outubro. 

Com mais estas três mortes, o país passou a registar um total de 90 pessoas que já morreram por causa da covid-19, numa taxa de letalidade de 1,1%.

O Ministério da Saúde adiantou ainda que nas últimas 24 horas os laboratórios de virologia do país analisaram 578 amostras, referentes aos dias 14, 17, 18 e 19 de outubro, dos quais 132 deram resultado positivo para a covid-19.

Desse total, o maior número de casos foi diagnosticado na cidade da Praia (48), mas outros concelhos da ilha de Santiago também tem casos novos, nomeadamente Ribeira Grande (4), São Domingos (7), Santa Catarina (3), São Salvador do Mundo (4), Tarrafal e São Miguel, com um cada.

Os restantes casos foram contabilizados em São Filipe do Fogo (28), Brava (5), Sal (2), Boa Vista (25) e Santo Antão (4), distribuídos pelos municípios do Porto Novo (2) e Paul e Ribeira Grande, com um cada.

Nas últimas 34 horas, mais 43 pessoas foram dadas como recuperadas da doença, passando o país a totalizar um acumulado de 6.835 casos de alta hospitalar (85% do total).

Com os novos dados, Cabo Verde elevou para 8.033 os casos positivos acumulados desde 19 de março, mantém dois doentes transferidos e tem neste momento 1.106 casos ativos.

Em conferência de imprensa para fazer o ponto de situação da doença no país, o diretor do Serviço de Prevenção e Controlo de Doenças Prioritárias, Jorge Noel Barreto, avançou ainda que há 30 casos suspeitos, 32 pessoas internadas nos hospitais e 1.189 pessoas em quarentena, à espera dos resultados dos testes.

O porta-voz do Ministério da Saúde voltou a apelar a atitude das pessoas como forma de diminuir os números de casos, sobretudo na cidade da Praia, o principal foco de transmissão da doença.

Por sua vez, a presidente do Instituto Nacional de Saúde Pública (INSP), Maria da Luz Lima, pediu “contenção” aos partidos políticos e candidaturas às eleições autárquicas do próximo dia 25 de outubro, tanto no encerramento da campanha na sexta-feira, como após a divulgação dos resultados no domingo.

“Estamos numa epidemia, que é muito grave, estamos já com mais de 8 mil casos em Cabo Verde, isto é um situação de preocupação e de reflexão que deve ser tomado em conta por todos”, apelou a responsável de saúde.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 40,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Por: Lusa