Covid-19: Copa América vai ser jogada no Brasil após desistência da Argentina

207

A Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL) anunciou ontem que a organização da Copa América, que arranca em 13 de junho, foi atribuída ao Brasil, após a desistência da Argentina devido à covid-19.

“A Copa América de 2021 será jogada no Brasil. As datas de início e final [10 de julho] do torneio estão confirmadas. As sedes e a tabela serão informadas pela CONMEBOL nas próximas horas. O torneio de seleções mais antigo do mundo fará vibrar todo o continente”, pode ler-se numa publicação na rede social Twitter da confederação.

Antes, e a duas semanas do início da 47.ª edição da Copa América, que deveria ter-se disputado no ano passado, numa organização conjunta entre Colômbia e Argentina, a CONMEBOL disse “que, dadas as atuais circunstâncias, foi decidido suspender a organização da Copa América na Argentina”.

No domingo, a ministra da Saúde argentina, Carla Vizzotti, tinha já admitido que a realização da Copa América no país não estava “100% definida”.

Na quarta-feira, o Governo argentino apresentou à CONMEBOL “os rígidos” protocolos de saúde para a realização da Copa América no país, que desde abril tem observado um aumento no número de casos de covid-19.

Em 21 de maio, a organização da Copa América já havia sido retirada à Colômbia, com base no agravamento da pandemia no país e das tensões sociais, que já provocaram dezenas de mortos, depois de a CONMEBOL ter rejeitado um pedido do governo colombiano para adiar a competição.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.543.125 mortos no mundo, resultantes de mais de 170,2 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Por: Lusa