Covid-19: Embaixada de Cabo Verde em Lisboa com três infetados e só para casos urgentes

795

A embaixada de Cabo Verde em Lisboa, com três funcionários positivos para a covid-19 e oito em isolamento profilático, passa a partir de hoje a atender presencialmente apenas casos urgentes, mediante marcação prévia, informou a instituição.

Os três funcionários que testaram positivo para a infeção pelo novo coronavírus encontram-se em quarentena e a cumprir as recomendações da Direção-Geral da Saúde (DGS), segundo fonte do gabinete do embaixador de Cabo Verde em Portugal.

Os contactos próximos dos três casos positivos receberam indicações para contactar a DGS e estão a seguir as recomendações dadas.

Na sexta-feira vai realizar-se uma limpeza e desinfeção das instalações da embaixada, localizada na zona do Restelo, em Lisboa.

A partir de hoje, a embaixada vai atender presencialmente apenas casos urgentes, mediante marcação prévia, mantendo-se em funcionamento os serviços ‘online’, como os pedidos de certidão de nascimento, certificado de registo criminal, aquisição de nacionalidade cabo-verdiana, transcrições, assuntos relacionados com a carta de condução ou documentos para estudantes.

Mantém-se ainda o atendimento à distância, através do Portal Consular de Cabo Verde.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.176.000 mortos resultantes de mais de 100 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 11.608 pessoas dos 685.383 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Por: Lusa