Covid-19: Governo apela para que se evite fazer compras para stock pois o país continuará a ser abastecido

14700

https://www.instagram.com/p/B93jlN_p455/

O Governo de Cabo Verde acionou hoje, 18 de Março, o Conselho Nacional de Proteção Civil, enquanto órgão de coordenação nacional da política de proteção civil.

Ulisses Correia Silva, Primeiro-Ministro, informou, nas redes sociais, que as medidas de interdição e proibição adotadas no domínio dos transportes não atingem o abastecimento ao país em mercadorias e produtos.

“Os barcos comerciais e de pesca operam normalmente. Não podem é embarcar e nem desembarcar passageiros. O país dispõe de stock de segurança de produtos alimentares e continuará a ser abastecido através do comércio internacional”, começa por dizer o chefe do Governo.

“Apelamos por isso, que se evitem corridas aos supermercados e às lojas para a constituição de stocks de produtos para além daquilo que é necessário para o consumo normal. O açambarcamento é uma infração contra a economia, condenada com pena de prisão de 6 meses a 3 anos ou com pena de multa de 80 a 200 dias.”
 
O Governo apela assim aos comerciantes e às empresas que se abstenham de usar essa prática lesiva, que beneficia quem o pratica e prejudica a maioria da população através do aumento dos preços dos produtos.
 
“Medidas excecionais de preços máximos para os produtos de primeira necessidade e de margens limites para outros produtos essenciais poderão ser introduzidas durante o período em que vigora o estado de contingência. O IGAE, em parceria com a PN, vai reforçar e apertar a fiscalização.”