Dário soube que ia ser dispensado do Sporting pelos colegas

1041

No dia 30 de Setembro a região desportiva de Santiago Sul dava conta da transferência, na altura, do momento que era a saída de Dário do Sporting da Praia para o Boavista da Praia.

Nelito Antunes, Dário e Joel de Castro

A transferência pegou tudo e todos de surpresa mas por traz desta transferência há uma historia de 10 anos que não termina da melhor forma.

O futebolista Dário Furtado esteve dez anos seguidos vestindo a camisola do Sporting da Praia, onde ganhou tudo pelos leões, clube da qual era capitão. Aproximava-se mais uma época, 2015/2016, e o jogador esperava continuar de leão ao peito mas a sua saída foi inesperada.

O futebolista de 36 anos, que pode jogar à defesa como no meio campo, foi dispensado mas soube através dos colegas que estão no Sporting. Na altura nem o presidente, nenhum director desportivo e nem mesmo o novo treinador, Janito, falou com o jogador sobre a sua dispensa.

Segundo sabe o DTudo1Pouco, atraves de uma fonte bem posicionada no regional de Santiago Sul, nem os colegas sabiam disso. Eles, alguns dos colegas, nas ruas da capital, passavam pelo jogador a fazer afirmações do tipo: “Para a semana há treino”, “hoje tem jantar do clube” e “hoje tem inspecção medica, não vais”?

E foi desta forma que o ex-internacional cabo-verdiano soube da sua dispensa.

O Sporting foi contactado e na voz do seu presidente, Paulo Veiga, este informou que da parte de jogadores que não iriam ver os seus contratos renovados o Dário fazia parte. “O Sporting Clube da Praia é grato por tudo que o Dário deu a essa casa e deseja-o os maiores sucessos e ele terá a porta desta casa sempre aberta“, disse Paulo Veiga.

Dário deixou de ser leão para ser pantera e durante a sua apresentação no Boavista o clube axadrezado afirmou que Dário “abraça assim o projecto axadrezado e diz sentir-se mais motivado e preparado do que nunca para continuar a brilhar ao mais alto nível, agora de xadrez ao peito, rumo a conquista do bi-campeonato”.