Donald Trump: “Se formos forçados vamos destruir totalmente a Coreia do Norte”

347

O Presidente dos Estados Unidos da América afirmou esta terça-feira, na Assembleia das Nações Unidas, em Nova Iorque, que “se os EUA forem forçados a defenderem-se ou aos seus aliados” não terão “escolha a não ser destruir totalmente a Coreia do Norte”.

Trump declarou que “o mundo inteiro” está em perigo pela ameaça nuclear de Kim Jung-un, a quem apelidou de “rocket man”, dizendo que estava “numa missão suicida para si e para o seu regime”.

O Presidente pediu aos restantes membros das Nações Unidas para trabalharem em conjunto para tentar solucionar o assunto, mas deixou também o que parece ter sido uma crítica velada à China: “É ultrajante que haja países que não se limitam a negociar com um regime que ameaça o mundo com um conflito nuclear, mas ainda fornecem armamentos, bens e apoio financeiro.”

O discurso de Donald Trump durou cerca de 40 minutos e serviu também para criticar o Governo cubano, para criticar os jihadistas e os estados que os protegem.

Fonte: Radio Renascença