Egipto: Adolescente de 15 anos que matou homem que a tentou violar arrisca pena de prisão

69

Pode ser acusada de homicídio, e incorrer em pena de prisão, a adolescente de 15 anos que está detida desde julho por ter matado o homem que a tentou violar, numa zona remota do Cairo, no Egito.

A jovem, diz o Independent, foi raptada pelo condutor de um autocarro, sob a ameaça de uma faca, em julho passado. Ao defender-se, tirou a faca ao homem e esfaqueou-o, tendo-se depois entregado voluntariamente às autoridades.

Pouco depois de ser detida, a jovem teve de se submeter a um teste para comprovar a sua virgindade.

O caso está a criar muita polémica no Egito, com vários grupos defensores dos direitos das mulheres a pedir a libertação da rapariga. Os ativistas acreditam que uma decisão favorável à vítima, neste caso, poderá criar um importante precedente legal numa cultura misógina, onde a mulher é sempre culpabilizada.

“Este caso é exemplificativo do dualismo na sociedade egípcia. Eu solidarizei-me com a jovem desde o primeiro momento, mas quando escrevi sobre ela na minha página de Facebook alguns advogados atacaram-na, dizendo que não era uma mulher decente”, indicou Intissar Saeed, presidente da Fundação do Cairo para a Lei e Progresso.

A mesma publicação refere que um juiz já recusou uma decisão prévia do tribunal de libertar a jovem e prolongou o seu período de detenção.

Por: Noticias ao Minuto