Em Espanha oferece-se curso intensivo para aspirantes a prostitutas

406

A associação de trabalhadoras sexuais Aprosex decidiu oferecer às interessadas um curso intensivo de “profissionalização”. Tal oferta deveu-se ao aumento de numero de espanholas a dedicarem-se à prostituição.

A presidente da Aprosex, Conxa Borell, informou ao diário espanhol ‘El Periodico’ que o número de mulheres que tem optado pela prostituição aumentou e na sua maioria são mulheres com idades compreendidas entre os 18 e os 23 anos, na sua maioria estudantes.

O curso, que irá iniciar no sábado, é uma espécie de orientações as ‘caloiras’ denominada de: “Prostituição: noções básicas para a profissionalização.”