Faleceu o musico, poeta e compositor Kaka Barbosa

374

O músico, poeta, intérprete e compositor cabo-verdiano Kaká Barbosa morreu hoje na cidade da Praia aos 73 anos, confirmou à Inforpress o presidente da Sociedade Cabo-Verdiana de Autores (SOCA).

Daniel Spínola disse em declarações telefónicas que Kaká Barbosa, que se encontrava “adoentado”, faleceu na manhã de hoje, 01 de Maio, no Hospital Agostinho Neto, 48 horas depois de ser internado.

José Carlos Barbosa, conhecido por Kaka Barbosa, é natural da Ilha de São Vicente, mas viveu toda a sua infância e juventude em Santa Catarina, na ilha de Santiago. É músico, intérprete e compositor de temas marcantes, poeta, músico e contista, tendo cinco obras publicadas sendo três escritas em caboverdiano [Vinti Xintido Letrado na Kriolu, Son di ViraSon e Konfison na Finata – poesia] e duas em português [ChãoTerra Maiamo – poesia e Cântico às Tradições – contos].

Foi membro fundador do Movimento Pró – Cultura; membro fundador Associação dos Escritores Cabo-verdianos; participou na formação o de várias organizações sociais e culturais do país nomeadamente Grupo Simentera. Foi galardoado com o Diploma – Recognition do Governo do Estado de Rhode Island and Providence Plantations – USA pelo contributo dado à cultura cabo-verdiana.

Foi galardoado com a Medalha de Mérito por ocasião do 30.º Aniversário da Independência Nacional por Sua Excelência o Primeiro-ministro de Cabo Verde – Dr. José Maria Neves e com a 1ª Classe da Medalha do Vulcão por Sua Excelência o Presidente da República de Cabo Verde – Comandante Pedro Verona Rodrigues Pires.

É sócio fundador e membro do Conselho de Administração da Sociedade de Autores Cabo-verdianos. Foi Deputado da Nação da VI Legislatura e VII legislatura.

Por: DTudo1Pouco/Inforpress