FCBB desiste do AfroBasket porque quer construir uma “equipa com identidade desportiva”

1198

No passado sábado ficou-se a saber, noticia avançada pelo DTudo1Pouco, em primeira mão, que a selecção cabo-verdiana de basquetebol estava de fora da qualificação para o AfrobBasket 2017.

A Federação Cabo-verdiana de Basquetebol (FCBB) vai pronunciar-se hoje sobre este caso, mas sabe o DTudo1Pouco que participar na maior prova a nível de selecções africanas em basquetebol, estava nos planos da FCBB.

Mas os planos não avançaram e a FCBB decidiu retirar a selecção cabo-verdiana de basquetebol da qualificação para o AfroBasket.

Num outro documento, que o DTudo1Pouco teve acesso, intitulado ‘Reestruturação e construção das selecções nacionais, elaborado pela FCBB, esta entidade desportiva diz que não quer repetir os erros do passado “com apostas despropositadas, decisões intempestivas, tais como a aglomeração rápida e inconsistente de determinados jogadores em 15, 20 dias num determinado espaço em Cabo Verde e sair cegamente para participações internacionais”, começa por dizer a FCBB.

“Assim, entendemos ser urgente a construção de uma equipa nacional com a própria identidade desportiva e dotada de uma filosofia própria, apoiada na ousadia contagiante dos staffs deliberativo e executivo com responsabilidades no basquetebol”.

Nas ultimas reuniões da Direcção Técnica com a Direcção da FCBB ficou-se decidido que a FCBB iria abdicar-se da participação imediata no AfroBasket 2017. 

“Tendo em conta a necessidade de se construir uma equipa com uma identidade desportiva de acordo com a nova filosofia criada pela DTN da Federação para o basquetebol nacional; e preparar a participação da equipa nacional para o AfroBasket 2019; decidimos”, diz a FCBB no documento.

No lugar da qualificação para o AfroBasket, a FCBB quer participar em torneios internacionais importantes “para a formação da selecção, através de programas desportivos edificativas”.

O torneio referido acima deverá acontecer em Agosto deste ano e deverá ter como equipas participantes, para além dos Tubarões Azuis, o Benfica de Portugal, Gran Canárias, Flamengo do Brasil, Lille da França e a selecção do Macau ou da China.

A FCBB diz que a participação da selecção neste torneio irá ser o “inicio da construção da equipa nacional”.