Federação Cabo-verdiana de Andebol recebe garantia para participação “condigna” no Mundial 2021

310

O presidente da Federação Cabo-verdiana de Andebol (FCA) disse hoje que já existem garantias do Instituto do Desporto e da Juventude (IDJ) em apoiar a selecção sénior masculina da modalidade no Mundial, a realizar-se-á em 2021, no Egipto.

“Há uma grande abertura, em todos os níveis, do Instituto em apoiar essa nossa missão, que é do país inteiro, disse Nelson Martins à Inforpress, depois de um encontro com o Conselho Directivo do IDJ, presidido por Frederico Mbassa.

De entre essas garantias, Nelson Martins apontou o envolvimento da IDJ em todo o processo de preparação, “antes, durante e depois” da competição, o que implica, conforme adiantou, a participação dos profissionais da instituição.

Adiantou, no entanto, que a FCF vai também precisar de pessoas a nível do voluntariado para a realização dos serviços de marketing, “de modo a dar a selecção nacional de andebol sénior masculina a devida projecção”.

Por outro lado, o responsável informou que a FCF tem agendado um estágio de preparação de 02 a 08 de Novembro em Portugal, para medir o estado físico dos jogadores e um outro em Dezembro, também em Portugal, até a partida para o Egipto.

“Inicialmente, tínhamos agendado cinco estágios, mas devido à pandemia da covi-19 tivemos que alterar o projecto”, lamentou Nelson Martins.

Por sua vez, o responsável do desporto da IDJ, Graciano Sena, considerou que a participação de Cabo Verde no Mundial de Andebol no Egipto requer um forte investimento por parte do Governo, através do Instituto.

“A FCA tem um projecto credível e o IDJ irá comparticipar para permitir uma participação desta selecção no referido evento”, garantiu.

Avançou que vão ser criados canais para garantir um conjunto requisitos que permitirá à FCA ter uma participação “condigna” a nível da preparação, na competição e pós-competição.

“É preciso que essa participação tenha um impacto muito forte, não só na modalidade, mas também para dar mais confiança às nossas selecções nacionais em grandes eventos internacionais”, apontou Graciano Sena.

A selecção cabo-verdiana de andebol sénior masculina qualificou-se pela primeira vez na sua história para um Campeonato do Mundo, durante o Campeonato Africano das Nações, realizado em Janeiro deste ano na Tunísia.

Por: Inforpress