A FIFA abriu hoje as candidaturas ao programa de ajudas a clubes de futebol, ao abrigo do qual distribuirá 209 milhões de dólares (cerca de cerca de 215 ME), pela cedência de jogadores às seleções nacionais no Mundial Qatar2022.

Em comunicado, o organismo refere que a verba a repartir é igual à que foi distribuída por 416 clubes, de 63 federação nacionais depois do Mundial de 2018, disputado na Rússia.

Este ano, pela primeira vez, os clubes podem inscrever-se através de uma plataforma dedicada ao futebol profissional, pedindo o pagamento de 10.000 dólares (cerca de 10.300 euros) por cada dia em que os jogadores estejam ao serviço das suas seleções no Mundial Qatar2022 e durante o perído de preparação oficial.

A compensação será paga aos clubes pelos quais o jogador tenha passado nos dois anos anteriores ao Mundial Qatar2022, que se disputa entre 20 de novembro e 18 de dezembro.

A FIFA explica que o programa de ajudas aos clubes se integra no seu acordo de colaboração com a Associação de Cubes Europeus (ECA), e foi criado para o Mundial2010, tendo em 2015 sido estendido às competições de 2018 e 2015.

Por: Lusa