Futebolista é morto com seis tiros na ilha do Sal

1722

Um indivíduo, na ilha do Sal, matou no final da tarde desta quarta-feira, na Cidade de Santa Maria, seu colega de trabalho com seis tiros, tendo atingido também o patrão com dois disparos, após desentendimento.

Não se sabe ao certo a possível causa da polémica seguida de morte de Nuno Silva, como se chamava o falecido, que chegou ainda com vida na Clinitur em Santa Maria, apresentando seis entradas de projéctil no seu corpo.

Já o patrão, conhecido por Hélder, português, baleado com dois tiros, foi evacuado esta manhã para o Hospital Central da Praia.

O homicida, entretanto, já identificado pela polícia, conforme o Comandante de Esquadra de Santa Maria, o comissário Orlando Évora, encontra-se ainda a monte na ilha, estando as autoridades no seu encalce a tentar localizar o agressor e capturá-lo.

Nuno Silva era jogador da equipa de futebol do Académico do Aeroporto do Sal, também do Sport Club de Santa Maria, e trabalhava, actualmente, na representação da Super Bock no Sal.

Fonte: Inforpress