A câmara dos deputados decidiu que quer ver Dila Rousseff fora do poder, agora falta o Senado tomar a sua decisão.
Destituição de Dilma Rousseff nas mãos do Senado brasileiro
Fernando Bizerra – EPA
Na noite deste domingo, já de madrugada em Cabo Verde, a câmara dos deputados aprovou o pedido de afastamento de Dilma Rousseff como presidente. A favor votaram 367 deputados e contra estiveram 137, sete deputados abstiveram-se e houve duas ausências. Após a votação, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, disse que o Senado deve acelerar a apreciação da denúncia. O caso de Dilma vai para o Senado e se o Senado aprovar, Dilma será obrigada a deixar o cargo e o seu vice-presidente, Michel Temer assumirá o cargo.
A possibilidade de impugnação do mandato de Dilma Rousseff surgiu na sequência da revelação das chamadas “pedaladas fiscais”, actos ilegais resultantes da autorização de adiantamentos de verbas de bancos para os cofres do Governo para melhorar o resultado das contas públicas. Fonte: RTP