Governo tranquiliza clientes do Novo Banco garantindo “plena proteção” dos depósitos

684

O Governo de Cabo Verde tranquiliza os depositantes do Novo Banco, na sequência da medida de resolução recentemente aplicada a esta instituição financeira pelo Banco de Cabo Verde (BCV).

O Ministro das Finanças, Olavo Correia, falou à imprensa na manhã de hoje, sexta-feira, em representação do Governo, e garantiu “plena protecção” dos depósitos tanto aos clientes residentes como aos emigrantes, uma vez que passam automaticamente a ser clientes da Caixa Económica de Cabo Verde. “Um grande banco com capital e liquidez adequados, o que terá reflexos positivos em todo o sistema financeiro cabo-verdiano”, assegura.

Ainda hoje o Governo de Cabo Verde enviou um comunicado de imprensa dizendo que “esta experiência malsucedida pode custar ao Estado 1.800.000 contos e mais de 60 postos de trabalho”.

Pelo que o Governo afirma que a culpa não pode morrer solteira e que as instituições da República devem actuar.

Ainda no comunicado o Governo afirma que há muito que o Novo Banco estava na situação de falência técnica.

“O Novo Banco, S.A., desde a sua criação em 2010 até à presente data, vinha registando resultados de exercício negativos. Em 2016, os resultados acumulados ultrapassavam 826 mil contos negativos”, disse o executivo.

 
 
 
Para terminar, o Governo, apelou a todos a “manterem a confinada no sistema financeiro do país e na boa gestão que o BCV fará deste processo”.