Guiné-Bissau confirma dois primeiros casos de Covid-19

316

A Guiné-Bissau registou os primeiros dois casos da covid-19, anunciou hoje o autoproclamado Presidente da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, na sua conta no Facebook.

“Recebi com muita consternação a confirmação dos dois primeiros casos de coronavírus na Guiné”, escreveu Umaro Sissoco Embaló.

Na mensagem, Embaló salienta que é preciso a ação conjunta de todos para combater a covid-19, alertando que os números podem aumentar de forma preocupante.

A Guiné-Bissau vai atravessar esta pandemia no meio de uma crise política, após Sissoco Embaló se ter autoproclamado Presidente enquanto ainda decorre no Supremo Tribunal de Justiça um recurso do candidato Domingos Simões Pereira, que alega irregularidades nas eleições de 29 de dezembro.

Depois de ter tomado posse, Embaló nomeou um Governo, liderado por Nuno Nabian, que ocupou os ministérios com apoio de militares, mas recusa que esteja em curso um golpe de Estado no país e diz que aguarda a decisão do Supremo sobre o contencioso eleitoral.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 400 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram cerca de 18.000.

O continente africano registou 58 mortes devido ao novo coronavírus, aproximando-se dos 2.000 casos em 45 países e territórios, segundo as estatísticas mais recentes.

Vários países adotaram medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena, estado de emergência e o encerramento de fronteiras, como é o caso da Guiné-Bissau.

Por: Lusa