Inicio Internacional Desporto Liga Europa. Sevilha e Inter Milão jogam final inédita

Liga Europa. Sevilha e Inter Milão jogam final inédita

119

Sevilha e Inter Milão disputam esta sexta-feira a final da Liga Europa em futebol, em Colónia, depois de uma “final a oito” disputada na Alemanha, em eliminatória a uma só mão, devido à pandemia de covid-19.

Pela primeira vez na história, Sevilla e Inter de Milão encontram-se na final de uma grande competição europeia, num duelo que promete ser histórico para Julen Lopetegui ou Antonio Conte.
 
O treinador do Sevilha, Julen Lopetegui, afirmou esta quinta-feira que os andaluzes vão dar tudo por tudo para conquistar a Liga Europa, na final a jogar em Colónia, na Alemanha, ante o Inter de Milão.

Vamos deixar a vida em campo, que não tenham a mínima dúvida“, afirmou Lopetegui, em conferência de imprensa de antevisão, deixando essa garantia aos adeptos do Sevilha.
 
O treinador do Inter de Milão, Antonio Conte, apresentou-se com um discurso especialmente motivador e afirmando que “a história é escrita pelo vencedor“, no lançamento do jogo decisivo.

O técnico transalpino acrescentou: “Temos de ter entusiasmo e aproveitar a experiência que nos deu esta caminhada europeia. Estamos orgulhosos por voltar a alcançar uma final europeia passados dez anos, mas tem de se saber que a história é escrita pelo vencedor. Temos de mostrar que merecemos ganhar, contra uma equipa difícil e com muita experiência na competição“.
 
Equipas prováveis

Sevilha: Bounou; Navas, Koundé, Diego Carlos, Reguilón; Banega, Fernando, Jordán; Suso, En-Nesyri, Ocampos
Em dúvida: Ocampos (não especificado)

Inter:
 Handanovič; Godín, De Vrij, Bastoni; D’Ambrosio, Barella, Brozović, Gagliardini, Young; Martínez, Lukaku
De fora: Vecino (joelho)
Em dúvida: Sánchez (lesão na coxa)

Os espanhóis, comandados pelo ex-FC Porto Julen Lopetegui, procuram a sexta conquista da segunda competição europeia de clubes, depois de terem sido quarto classificados na Liga espanhola e de terem deixado pelo caminho a Roma (2-0), de Paulo Fonseca, a armada lusa do Wolverhampton (1-0), comandado por Nuno Espírito Santo, e o Manchester United (2-1).

O Inter Milão, vice-campeão italiano, vai enfrentar a quinta decisão do segundo escalão europeu, o qual venceu em três ocasiões, todas na década de 1990, e regressa a uma final europeia 10 anos depois, após a conquista da Liga dos Campeões sob o comando de José Mourinho.

A formação orientada por Antonio Conte, que foi relegada para esta competição após ter sido terceira no grupo da “Champions” de FC Barcelona e Borussia Dortmund, eliminou Getafe (2-0) e Bayer Leverkusen (2-1), antes de golear os ucranianos do Shakhtar Donetsk (5-0), treinados por Luís Castro, e se qualificar para a final.

O embate entre andaluzes e milaneses está marcado para as 20h00, em Lisboa, e vai ser arbitrado pelo holandês Danny Makkelie, sem público nas bancadas.
 
Por: RTP