Ministério da Cultura vai financiar prémios e bilhetes de passagem a alguns artistas nomeados nos CVMA

142

O Ministério da Cultura vai assumir alguns custos na realização da X edição dos Cabo Verde Music Awards (CVMA) com destaque para o financiamento dos prémios, bilhetes de passagem de alguns artistas e na coprodução da gala.

Esta informação foi avançada pelo ministro da Cultura e das Indústrias Criativas (MCIC), Abraão Vicente, à imprensa, no âmbito da assinatura do protocolo de cooperação entre o Ministério da Cultura e os Cabo Verde Music Awards (CVMA) que prevê a promoção e a difusão da música cabo-verdiana.

Na sua intervenção, o responsável pela pasta da Cultura destacou o contributo da marca CVMA no aumento da auto-estima dos artistas cabo-verdianos e na qualidade de produção artística ao longo dos anos, tendo realçado que ao apoiar na realização do evento, o Ministério da Cultura está a contribuir para a concretização e execução do evento.

“Os CVMA têm 10 anos, mas com a nova gestão, sem dúvida, precisamos de perceber os novos caminhos, não tenho dúvidas de que este ano teremos os sinais desse novo caminho (…) Não há nenhum sector que sobreviva sem a premiação e o reconhecimento por parte de eventos que sejam credíveis e tenham também o suporte governamental”, ressalvou.

Mostrou-se neste sentido optimista quanto ao estabelecimento da cooperação entre o Ministério da Cultura e os CVMA, tendo salientando que valorizar a música cabo-verdiana através dos CVMA, é valorizar Cabo Verde e que este tem que ser um evento gerido pelas marcas cabo-verdianas.

“Que esta assinatura seja o início de um conjunto de outras assinaturas e outras marcas se engajem a partir de agora e espero que 2021 seja o arranque de uma nova era na premiação da música cabo-verdiana”, declarou, apelando a um maior engajamento das empresas cabo-verdianas na promoção das marcas nacionais.

Por seu turno, a presidente dos CVMA, Dilza Aline Soulé, congratulou-se com a assinatura do referido protocolo, que, no seu entender, irá definir mais um passo para a materialização da 10ª edição dos CVMA e que apoia na sustentabilidade do projecto no contexto da pandemia.

“Enfrentamos um momento difícil nas nossas vidas na sociedade, mas é bom recordar que a realização da gala dos CVMA, dentro de vários aspectos e para além do compromisso que já temos com os artistas e o público em geral, é um evento que emprega entre 100 a 200 pessoas na altura da gala, movimenta e incrementa toda a economia local”, asseverou.

A organização dos Cabo Verde Music Awards (CVMA) apresentou recentemente os pré-nomeados para a X edição, que deverá acontecer este ano.

Entre os pré-nomeados estão artistas como Djodje, Dino D`Santiago, Soraia Ramos, Cremilda Medina, Assol Garcia, Neuza de Pina, Dynamo, Elida Almeida, Josslyn, Hélio Batalha, MC Tranka Fulha e Nelson Freitas.

Por: Inforpress