No Afeganistão um pai matou a filha em praça publica em defesa da sua honra

522
Uma historia que contada ninguém acredita mas aconteceu mesmo no Afeganistão quando um pai assassinou com três tiros de Kalashnikov a sua filha por esta ter fugido com um primo. A menina, que teria entre 18 a 20 anos, vivia na aldeia de Kookchaheel na província de Badghis. O crime foi filmado por um activista dos direitos humanos e posteriormente denunciado pela Amnistia Internacional. A menina, de nome Halima, foi condenada à morte em publico por um tribunal por adultério que é um crime punido com pena de morte, a queixa foi apresentada pelo pai da jovem que foi o responsável pelos disparos ocorridos em praça publica  O primo da Halima fugiu e esta desaparecido.