Mais de meia centena de funcionários dos hotéis RIU em Cabo Verde foram convidados pela cadeia hoteleira espanhola para abrir o primeiro hotel do grupo no Senegal, o RIU Baobab, divulgou hoje a empresa.

“É importante destacar que, entre estes 56 funcionários, oito têm a nacionalidade cabo-verdiana”, referiu a mesma fonte do grupo RIU, na informação enviada hoje à Lusa.

Segundo o grupo hoteleiro, o RIU Baobab, de cinco estrelas e 522 quartos, está instalado na localidade de Point Sarène, a 100 quilómetros de Dacar, “e para o seu lançamento, a cadeia selecionou e propôs uma promoção a uma equipa de 56 funcionários de Cabo Verde”, quase todos provenientes dos hotéis Riu Karamboa e RIU Toureg, na ilha da Boa Vista.

“O objetivo é transferir o modelo de serviço da RIU em Cabo Verde para o novo destino, uma vez que é altamente elogiado por todos os hóspedes. Por isso, serão responsáveis pela gestão dos departamentos do novo ‘resort’ para a formação e orientação dos 500 funcionários locais que este hotel terá, a funcionar em pleno”, sublinhou o grupo espanhol na mesma informação.

“Desta forma, a RIU deposita toda a sua confiança nestas pessoas, uma vez que serão as responsáveis por transmitir a sua filosofia aos funcionários do Senegal e oferecer um serviço de qualidade aos futuros clientes do Riu Baobab”, referiu.

Com mais de 2.000 trabalhadores, a cadeia RIU é a maior empregadora do ramo hoteleiro em Cabo Verde, onde se instalou em 2005, com a abertura do RIU Funana na ilha do Sal. Em 2021 abriu o seu mais recente hotel, o RIU Palace Santa Maria, também no Sal, com 1.001 quartos.

Atualmente, tem seis ‘resort’ em Cabo Verde, que representam um total de 4.479 quartos, entre as ilhas do Sal e da Boa Vista.

“A equipa assumiu as suas responsabilidades e chefias para colocar os diferentes departamentos a funcionar e para poder prestar formação e transmitir a filosofia da RIU aos novos colaboradores locais”, sublinha a mesma fonte, sobre a mudança dos trabalhadores do grupo em Cabo Verde para o Senegal.

O RIU Hotels & Resorts teve origem em Maiorca, Espanha, em 1953, como um pequeno negócio da família Riu, fundadora e atual proprietária do grupo, que conta com 100 hotéis em 20 países, os quais receberam em 2020 cerca de 2,3 milhões de clientes, empregando mais de 24.400 trabalhadores.

O grupo hoteleiro espanhol — 32.º a nível mundial e terceiro em Espanha – faturou em dormidas, em todo o mundo, 826 milhões de euros em 2020, com uma oferta de cerca de 50.000 quartos e quase 100.000 camas, entre Europa, África, Ásia e América.

Por: Lusa