Pai que matou filha em Santa Cruz fica em prisão preventiva

271

O Tribunal da Comarca de Santa Cruz decretou prisão preventiva ao pai suspeito de matar a própria filha de 14 anos, em Santa Cruz.

Através de um comunicado, o Ministério Público informa que durante o acto de levantamento de cadáver de uma criança de sexo feminino, com 14 anos de idade, que foi encontrada sem vida, no interior de uma residência desabitada, na localidade de Achada Fátima, mais concretamente na Ilha dos Professores, no dia 11 de Maio, com a coadjuvação da Polícia Nacional e da Polícia Judiciária, recolheu indícios susceptíveis de integrarem a prática, em abstrato, de homicídio agravado.

Durante a investigação foi identificado o suspeito da prática dos factos, como sendo um homem, de 43 anos de idade, pai da vítima.

A mesma fonte refere que o mesmo, apesar de se tentar pôr em fuga, foi perseguido e detido em flagrante delito pelos agentes da Policia Nacional.

Submetido a primeiro interrogatório judicial e detido e em conformidade com o requerimento do Ministério Público, foi aplicado ao arguido a medida de coação prisão preventiva.

O processo, que continua em investigação, encontra-se em segredo de justiça.

De referir que na passada quarta-feira,11, o pai da vítima foi detido, após o corpo da adolescente, morta a facadas, ter sido encontrado numa casa em construção.

Entretanto, vizinhos da vítima ouvidos pelo Expresso das Ilhas afirmam que o pai teria matado a filha numa suposta vingança contra a mãe da rapariga.

Por: Expresso das Ilhas