Piloto português mata duas pessoas num acidente em Angola e é agredido pela população

3047

Estava-se no Grande Prémio de Benguela, prova pontuável para o Campeonato Nacional de Velocidade de Angola, quando um acidente na corrida de GT’s e Sport-Protótipos com o piloto português Luís Almeida, em Porsche 911 GT3, vitimou duas pessoas e deixou outras quinze feridas.

O piloto perdeu o controlo do carro e atingiu uma zona onde estavam inúmeros espectadores, zona onde era proibido ver a prova. Logo após o acidente o Luís Almeida, conhecido também como ‘Maluco’, foi agredido pela população onde sofreu uma fractura num braço entre outras lesões. O carro do português também foi um dos alvos, e foi apedrejado com pedras e tijolos.

 Segundo a agência angolana Angola Press o piloto após a agressão foi fechado dentro do carro que foi regado com gasolina e quando a população preparava-se para atear fogo ao carro veio a policia que evitou o pior.

A Federação Angolana de Desportos Motorizados (FADM) num comunicado informou que o acidente se deveu a uma falhas nos travões.

transferir