A Polícia Nacional (PN) divulgou nesta tarde um comunicado onde informa que seis pessoas foram detidos, suspeitos do assassinato de um agente penitenciário, em Achada Grande Trás, no passado domingo.
 
Dos seis detidos, há uma criança de 13 anos de idade, e com estes foram apreendidos três pistolas “boca bedjo” e uma faca, armas essas, que se presume, foram utilizadas pelos infratores para render, agredir e roubar as vítimas.
 
“Suspeita-se, ainda, que uma das armas foi utilizada por um dos meliantes para desferir um tiro na cara da vítima mortal, um Agente Prisional, que não resistiu aos ferimentos e acabou por falecer antes de chegar ao hospital e para aplicar uma coronhada na cabeça do irmão da vítima mortal, que ficou com um ferimento na cabeça”.
 
Os cinco maiores foram ontem presentes ao Ministério Publico, que promoveu a acusação e ouvidos no primeiro interrogatório foram aplicados a medida de coação mais gravosa, prisão preventiva, aos maiores e ao menor de idade foi aplicado internamento no Centro Orlando Pantera. 
 
O crime ocorreu na madrugada de domingo, por volta das 01h20, em Achada Grande Trás, na cidade da Praia. O falecido é um agente dos serviços penitenciários.