Português faz ameaça de bomba em voo de São Tome para Lisboa

361
O voo semanal da STPAirways esteve mais de quatro horas atrasado porque um cidadão português disse momentos antes da descolagem que tinha uma bomba na mala e ameaçou explodir o avião. O cidadão que se fazia acompanhar pela esposa foi ouvido durante uma hora e posteriormente levado para o Ministério Publico Sao-tomense.
Imagem de arquivo
              O avião foi evacuado e os especialistas, a Policia Judiciaria, a fizeram uma peritagem e chegaram a conclusão que não havia bomba a bordo do avião da fretado pela TACV já que a STPAirways esta na lista negra da União Europeia e esta proibida de viajar.