O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, foi suspenso e esta sendo acusado de usar indevidamente do seu poder. Eduardo Cunha, deputado federal do PMDB, foi suspenso hoje, quinta-feira, e esta sendo acusado de ter usado o cargo de deputado federal para “constranger, intimidar parlamentares, réus, colaboradores, advogados e agentes públicos com o objectivo de embaraçar e retardar investigações”, no processo Lava Jato. A decisão foi do ministro do Supremo Tribunal Federal, Teori Zavascki, que aceitou um pedido de afastamento por parte da Procuradoria-Geral da República.