Primeiro navio de cruzeiro em 19 meses chegou hoje a Cabo Verde

70

O navio de cruzeiro ‘MS Europa 2’, de 225 metros de comprimento, chegou esta manhã ao Porto Grande, ilha de São Vicente, o primeiro do género a atracar em Cabo Verde com turistas nos últimos 19 meses.

“Um novo capítulo começa a ser escrito no setor do turismo de cruzeiro nacional, após cerca de 19 meses de paralisação total”, descreveu fonte da Enapor, empresa estatal cabo-verdiana que gere os portos do país.

De acordo com a empresa, com o levantamento das restrições anteriores, impostas para conter a transmissão da pandemia de covid-19, os portos de Cabo Verde voltam a receber navios de cruzeiro com passageiros a partir de hoje, “estando previstas cerca de 68 escalas até o final do ano”.

O primeiro navio a escalar o Porto Grande, Mindelo, cerca das 07:00 locais (09:00 em Lisboa) de hoje, foi o “MS Europa 2”, com capacidade para mais de 500 turistas – que agora já podem entrar em Cabo Verde -, proveniente das Canárias, Espanha, sendo o porto cabo-verdiano o primeiro de três itinerários que irá realizar no arquipélago, prevendo paragens também no porto da Praia na quarta-feira e no Porto Novo, Santo Antão, no dia seguinte.

“Esta primeira escala de cruzeiros com passageiros, após o início da pandemia, é um sinal animador e servirá como um teste a um regresso seguro dos cruzeiros, atendendo as novas condições de segurança para a receção desses navios”, explica a Enapor, sobre as novas regras definidas desde julho último pelo Governo, possibilitando a entrada no país com certificados que atestem o esquema de vacinação completa contra a covid-19, sem necessidade de testes.

Cerca de 48.500 turistas em viagens em 149 navios de cruzeiro visitaram Cabo Verde em 2019, o melhor registo de sempre e um aumento de 3% face ao ano de 2018, segundo dados anteriores da Enapor.

Devido à covid-19, o turismo de navios de cruzeiro ficou paralisado desde o início da pandemia no arquipélago, em março de 2020, mas alguns países já retomaram, de forma gradual, a atividade.

“Pretende-se uma retoma progressiva e sustentada dos cruzeiros e neste sentido os Portos de Cabo Verde, em concertação com as entidades de saúde e demais parceiros, encontram-se preparados para a receção desses navios, estando definido os protocolos necessários ao cumprimento de todas as normas de higiene e segurança impostas pela situação epidemiológica atual”, destaca a Enapor, sobre a chegada do primeiro destes navios ao Mindelo.

Por: Lusa